Na última quarta-feira (17), o Google comunicou o início da implementação do Core Update de novembro de 2021. A estimativa é que demore de uma a duas semanas para a execução completa.

O anúncio vem apenas uma semana antes da dobradinha de Black Friday e Cyber Monday, duas datas de grande movimento no e-commerce mundial. Ainda em novembro, o Google há havia lançado uma atualização anti-spam.

Hoje mais tarde, nós vamos lançar um core update amplo, como fazemos várias vezes por ano. Ele se chama Core Update de novembro de 2021. Nossas orientações sobre atualizações deste tipo estão aqui: https://t.co/0LAL28ueDq

O que é um Google Core Update?

O algoritmo do Google está em constante evolução para atender cada vez melhor às necessidades de busca dos usuários. Experts da comunidade de SEO estimam que aproximadamente 600 atualizações sejam implementadas por ano.

Na maioria das vezes, esses updates são pequenas melhorias que exercem impacto mínimo no ranqueamento.

Em poucas ocasiões no ano, elas são Core Updates. Ou seja, atualizações que regulam pontos importantes do algoritmo principal e têm efeito direto na volatilidade da SERP.

Lançamento durante a Black Friday gerou polêmica

A comunidade de SEO está em polvorosa com o anúncio do Google Core Update de novembro de 2021.

Isso porque está previsto que a atualização termine de ser implementada apenas no dia 1º de dezembro, após a Black Friday e Cyber Monday.

Grandes e-commerces passam o ano afinando as estratégias de SEO de acordo com o calendário de marketing, e o update pode impactar severamente o panorama da SERP. Assim, empresas que têm uma determinada previsão de receita orgânica podem ver seus números caírem.

Profissionais de SEO sinalizaram que essa decisão não foi bem pensada do ponto de vista dos usuários e pode ter impacto profundo em pequenos negócios.

Pequenos negócios já estão sofrendo por causa da pandemia e vocês lançam um update imprevisível para ser implementado durante a melhor época de vendas do ano? Imperdoável.

Isso não está acontecendo *antes* da temporada. A temporada de vendas começa no dia 1º de novembro. Eu planejo updates de SEO relacionados a essa data para estarem no ar dia 1º de setembro. Não tenho ideia se essa atualização vai ajudar/prejudicar/ignorar meu site, mas o estresse extra de se preocupar com a receita da temporada de vendas definitivamente não me ajuda em nada.

Google se manifestou em defesa da decisão

Danny Sullivan, embaixador da Pesquisa Google para o público, respondeu a um questionamento de Barry Schwartz, criador do portal Search Engine Roundtable, sobre a polêmica.

Veja as declarações na íntegra:

Nós tivemos um update no ano passado um pouco depois da Black Friday. Anos e anos atrás, existia uma noção sobre tentar não fazer atualizações nessa época. Eu não acho que tenhamos dito algo em relação a isso recentemente, como você sugeriu. E também, não é uma coisa com a qual a maioria das pessoas precisa se preocupar…

Eu entendo a preocupação que algumas pessoas possam ter sobre um update, especialmente quando há muitos tweets como “O céu está caindo!”, às vezes com GIFs divertidos, que são feitos para serem engraçados. Mas outros agem como se um update fosse um evento negativo para todos…

A realidade é que os core updates não produzem grandes mudanças para a maior parte das pessoas. Ninguém deveria estar entrando em pânico; talvez mais tweets assegurando que tudo vai ficar bem seriam mais úteis do que o alerta vermelho virtual. Os direcionamentos sobre os core updates não mudaram. Se você está seguindo as boas práticas faz tempo, não deve ter problemas.

Vou adicionar que nós entendemos as preocupações em relação ao timing. Sendo que nós implementamos um update no meio da temporada de vendas no ano passado e não pareceu um grande questão, não achamos que teríamos problemas para implementar uma atualização antes da temporada. Especialmente considerando que a maior parte das pessoas não verá mudanças…

Ferramentas identificam volatilidade alta na SERP

Nos Estados Unidos, o Semrush identificou um índice de volatilidade de 9.3 no dia 18 de novembro, o que é considerado muito alto. Hoje, o número já está dentro da normalidade.

Screenshot da ferramenta de volatidade de SERP do Semrush no dia 19 de novembro de 2021
Índice de volatilidade da SERP de acordo com o Semrush (Fonte: Semrush/Reprodução)

Por sua vez, a Moz reconheceu mais turbulência no dia 18. Resta esperar para ver como os próximos dias serão avaliados pela ferramenta.

Screenshot da ferramenta de volatidade de SERP da Moz no dia 19 de novembro de 2021
Índice de volatilidade da SERP de acordo com a Moz (Fonte: Mozcast/Reprodução)

E você? Identificou alguma flutuação de tráfego, ou seus números continuaram estáveis? Conte para a gente nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba nossos melhores conteúdos por e-mail.

Você pode gostar disso

Google lança atualização anti-spam de novembro de 2021 no algoritmo de busca

Profissionais de SEO podem identificar volatilidade de tráfego nos próximos dias

Google lança guia com boas práticas para escrever tags title

O Google acaba de lançar, através do Google Search Central, uma série…

IndexNow: Projeto de Bing e Yandex promove indexação imediata de conteúdo em buscadores

Na última segunda-feira (18), os buscadores Microsoft Bing e Yandex anunciaram um…

Google implementa rolagem contínua na página de resultados de busca em dispositivos mobile

Na última quinta-feira (14), o Google anunciou que está trazendo a funcionalidade…