Hoje, a experiência do cliente ou customer experience (CX) é de suma importância dentro dos resultados de uma empresa. Os consumidores são parte essencial de qualquer negócio e estão cada vez mais exigentes, demandando uma experiência mais qualificada e satisfatória.

É necessário saber que não basta apenas investir em um bom atendimento. Uma boa experiência envolve todos os canais e pontos de contato com a empresa, desde o momento em que o cliente conhece a marca e navega em seu site até a finalização da compra e o recebimento do produto.

Mas como medir a satisfação de um cliente dentro do customer experience? Bem, é aí que entra o NPS. O Net Promoter Score, como também é chamado, é uma métrica que indica a lealdade de um consumidor para com uma marca.

Quer saber mais sobre o NPS e como calculá-lo? Então, continue lendo!

O que é o NPS?

O NPS é um indicador de desempenho utilizado em muitos sistemas de customer experience. Ele serve para medir o nível de satisfação do cliente com os produtos e serviços adquiridos, assim como a probabilidade de ele indicar a marca para amigos e conhecidos.

As pontuações de NPS são medidas por meio de perguntas, e quanto maior a pontuação, melhor para a empresa. Medir o Net Promoter Score é importante para aumentar a lealdade dos consumidores.

Essa é uma das principais perguntas utilizadas em uma pesquisa de NPS:

Em uma escala de 0 a 10, o quanto você recomendaria nosso produto/empresa para um amigo?

Por que usar o NPS é importante?

O NPS pode ser utilizado como um indicador de crescimento da empresa. Quando a pontuação de NPS de uma organização é alta, isso significa que você mantém uma relação saudável e positiva com os seus consumidores e que as chances deles agirem como defensores da marca são grandes.

O Net Promoter Score é uma métrica valiosa, mas vale lembrar que, se usada de forma isolada, ela não terá tanto impacto nas estratégias. Por isso, é preciso aliá-la a outras áreas e setores dentro da organização.

Veja algumas das principais vantagens de um sistema de NPS:

É simples de usar

Para os gestores da empresa, a avaliação de resultados acontece de maneira simples, sendo guiada por um número. Essa avaliação pode ser utilizada por qualquer setor da organização, seja ele grande ou não.

Além disso, é fácil de implementar. Uma pesquisa de NPS pode ser realizada através de formulários simples ou planilhas. Existem dezenas de opções no mercado para você escolher.

Para os clientes que respondem à pesquisa, a experiência também é muito simples. A avaliação consiste em apenas uma pergunta, levando somente alguns minutinhos.

Ação imediata

O sistema de avaliação NPS possibilita que você entre em contato com o cliente graças à simplicidade com que os resultados são obtidos e coletados. Portanto, se você receber um feedback negativo, pode esclarecer dúvidas e até mesmo trabalhar o relacionamento com esse cliente depois.

Adaptável

A pesquisa de satisfação do cliente pode ser facilmente adaptável para diversas situações e diferentes mercados. Por exemplo, se você quiser falar de um produto específico, ao invés da marca, com certeza pode adaptar a pergunta para esse formato.

Benckmark

Um dos grandes benefícios do NPS é poder comparar a sua pontuação com a de outras empresas do mesmo ramo para descobrir como você está se saindo em relação ao mercado.

No gráfico abaixo da Opinion Box, você pode conferir a média dos NPS de cada segmento em 2022, além dos valores mínimos, máximos e das marcas que lideram os setores.

média dos NPS de cada segmento

Como você pode ver, as marcas Faber Castell, Adidas e Lindt são os líderes principais da lista.

Como os clientes são classificados no NPS?

No sistema NPS, os clientes são classificados entre 3 grupos de acordo com suas respostas: promotores, detratores ou neutros. Vamos ver um pouco sobre cada uma dessas categorizações.

Promotores

Os promotores são aqueles clientes que pontuam entre 9 e 10 na sua pesquisa. Eles são os consumidores mais leais e entusiasmados, e estão dispostos a recomendar a sua marca para amigos e familiares.

Os promotores são embaixadores da marca em potencial, podendo contribuir positivamente com o marketing boca a boca e com a reputação da empresa.

Neutros

Os clientes neutros pontuam entre 7 e 8. Eles não estão ativamente engajados com a marca; portanto, não recomendam os seus produtos, nem são leais a você. Mas estão passivamente satisfeitos.

Apesar de não serem incluídos no cálculo do NPS, clientes neutros estão sempre próximos de se tornarem promotores. Então, vale a pena investigá-los para saber como conquistá-los.

Detratores

Os detratores pontuam entre 0 e 6. São aqueles clientes que se sentem insatisfeitos com seu produto ou serviço e não o recomendariam para ninguém. A diferença entre o detrator e o neutro é que o neutro não contribui para a má reputação da empresa. Já o detrator sim.

Quando um cliente detrator surge, é preciso se desculpar e buscar resolver o seu problema o mais rápido possível antes que um estrago maior possa ser feito. Afinal, o detrator pode acabar “detonando” a marca para os seus amigos.

Como calcular o NPS?

Para calcular o NPS, você deve desconsiderar as avaliações neutras e subtrair a porcentagem de clientes detratores da porcentagem de clientes promotores. O resultado é um número que varia entre -100 e 100.

Portanto, a fórmula é:

% de clientes promotores – % de clientes detratores = NPS

Como exemplo, vamos supor que uma marca obteve 25 respostas, sendo 18 delas promotoras, 3 neutras e 4 detratoras. Para o cálculo, nós desconsideramos os 3 clientes neutros. Já os 18 promotores representam 72% dos clientes, enquanto os detratores representam 16%.

No final, temos o seguinte cálculo:

72% – 16% = 56%

Concluindo, a marca teria como resultado um NPS de 56%. Acompanhar essa métrica é fundamental para gerenciar o crescimento da empresa. Se a sua nota é muito baixa, por exemplo, significa que possui muitos clientes passivos ou detratores e que há algo de errado no seu planejamento que precisa ser revisto.

Qual é a escala de classificação do Net Promoter Score?

Bem, mas como saber se a minha nota é boa ou ruim? Existe uma escala de classificação preestabelecida que pode variar de acordo com o ramo da empresa, mas, em média, ela pode ser resumida como:

  • Excelente: pontuação entre 75 e 100
  • Muito bom: pontuação entre 50 e 74
  • Razoável: pontuação entre 0 e 49
  • Ruim: pontuação entre -100 e -1

Concluindo, o NPS é uma ótima ferramenta de pesquisa e benchmark para a avaliação das empresas, já que permite analisar a satisfação dos clientes para o futuro aperfeiçoamento daquilo que não está funcionando. Com esse cálculo, você com certeza vai começar a enxergar além.

Continue ligado nos nossos conteúdos para mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso