Membros da equipe elaborando o planejamento estratégico da empresa

Toda empresa precisa de um direcionamento para aumentar suas chances de sucesso. Várias práticas são recomendadas para alcançar os objetivos traçados. Uma das principais é a aplicação do planejamento estratégico.

Basicamente, a ideia é definir o melhor caminho a seguir a partir de um processo sistematizado. Para isso, diferentes cenários são considerados. Da mesma forma, também são definidas metas e ações diferenciadas, que ajudarão a sua empresa a conquistar o que é esperado.

Ou seja, o planejamento da estratégia ajuda a ter mais eficiência e competitividade. Sem contar que também é importante para a tomada de decisões acertada.

Então, como aplicá-lo no seu negócio? É o que veremos neste miniguia. Confira as informações e saiba aproveitá-las.

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é um documento elaborado para definir as ações a serem adotadas pela empresa. O propósito é ajudar no alcance dos objetivos organizacionais por meio de diretrizes específicas. Assim, as metas de curto, médio e longo prazo são alcançadas.

Todas as empresas devem fazer o planejamento de suas estratégias. Pouco importa o porte ou o segmento de atuação. Assim, aumentam as chances do negócio crescer de forma sustentável.

Mais do que isso, todas as equipes e níveis da empresa devem ser envolvidos nessa tarefa. Caso contrário, ficará só no papel. Isso porque gestores e líderes devem estar engajados para garantir que todos estejam voltados para o mesmo propósito.

Planejamento estratégico x plano de negócios

Apesar desses dois documentos terem características comuns, eles têm intuitos e são aplicados em fases diferentes. Quando a empresa ainda nem começou a funcionar e a ideia está sendo concretizada, o empreendedor deve usar o plano de negócios.

Esse documento avalia todos os fatores que interferem no sucesso da empresa. Especialmente, concorrentes, fornecedores e clientes. Assim, mostra a viabilidade do negócio e o que precisa ser feito para aumentar suas chances de sucesso.

Por sua vez, o planejamento estratégico é um documento para a gestão da empresa. Ele deve ser utilizado diariamente e foca o negócio já em funcionamento.

Quais são as vantagens para sua empresa?

O principal motivo para usar esse documento é definir quais objetivos devem ser conquistados pela sua empresa. É exatamente o que diz o pensador Lewis Carroll: “se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”.

O problema é que, para uma empresa, uma das direções é a falência — e, com certeza, você não quer chegar a esse resultado. Por isso, é preciso fazer a lição de casa, ou seja, descrever o que deve ser atingido para que empreendedor, gestores, líderes e colaboradores sigam o mesmo rumo.

Isso traz várias vantagens para o negócio. Veja quais são elas:

  • organização da empresa, que passa a ter uma visão mais clara dos seus objetivos;
  • precisão nas tomadas de decisão, com embasamento em dados;
  • priorização de tarefas, pois todos sabem quais são as estratégicas;
  • comprometimento da equipe, que sabe por que sua atividade é importante e como contribui com a empresa. Isso também leva à motivação e ao engajamento;
  • prevenção de problemas, já que todas as atividades estão definidas e têm um responsável;
  • aumento da produtividade devido ao foco dos colaboradores nas atividades a serem realizadas;
  • redução de custos, já que são evitados processos ineficientes e errados;
  • otimização de tempo, com consequente agilidade das atividades executadas.

Como aplicar o planejamento estratégico?

Agora que você entendeu por que fazer esse planejamento, chega a hora de entender como colocá-lo em prática. Para isso, é preciso cumprir algumas etapas. Veja quais são elas.

Faça o diagnóstico da sua empresa

Comece pela análise SWOT para encontrar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Converse com a equipe para chegar aos diferenciais e aspectos que podem ser melhorados. Assim, é possível entender o mercado em que a empresa está inserida, já que as oportunidades e ameaças se referem ao ambiente externo.

Considere/defina a identidade organizacional

Sua empresa deve definir sua missão, visão e valores. Esses aspectos também devem ser compartilhados com clientes, colaboradores e parceiros. Lembre-se de que os conceitos são:

  • missão: é a razão da existência da empresa;
  • visão: é o que se deseja alcançar;
  • valores: são os princípios a serem seguidos.

A identidade organizacional deve estar presente em todos os processos realizados, da contratação de pessoas até o lançamento de produtos no mercado.

Utilize metas e indicadores

Todas as ações devem ser mensuradas para garantir que trazem os resultados esperados. Por isso, avalie seus objetivos, desdobre-os em metas e veja quais indicadores ajudam a analisar se a empresa está atingindo o que deseja.

Por exemplo, o objetivo pode ser abrir uma filial no prazo de 5 anos. Uma das metas para isso é aumentar as vendas em 10% no próximo ano. Assim, os indicadores utilizados podem ser:

Perceba que essa é uma forma de acompanhar os resultados e verificar se existem gargalos. Ao mesmo tempo, permite que você faça ajustes na estratégia.

Elabore um plano de ação

Aqui, a ideia é determinar o que será feito para conquistar os objetivos e as metas definidos. Implemente um cronograma e defina os responsáveis. Dessa forma, todos os detalhes ficam documentados, o que é fundamental para a estratégia.

Faça um monitoramento

As ações devem ser acompanhadas e analisadas com base nos indicadores. Se preciso, faça os ajustes necessários. Também vale a pena contar com a ajuda dos gestores para verificar se o planejamento estratégico está sendo bem-sucedido.

Nesse processo, considere as mudanças do mercado. Como ele não é estático, é necessário fazer as adequações necessárias.

Com essas práticas, o planejamento estratégico se torna mais eficiente e guia sua empresa rumo ao sucesso. Ainda é preciso contar com outras ações. No entanto, esse é um dos passos fundamentais.

E você, já começou a planejar seu negócio, mas está com dificuldade de entender alguns conceitos? Veja a definição de público-alvo e as diferenças para a segmentação de mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba nossos melhores conteúdos por e-mail.

Você pode gostar disso

7 passos para entender o que é gestão de marketing e aplicar na sua empresa

Já teve problemas em obter resultados nas vendas da sua empresa? Entenda como a gestão de marketing pode ajudar.

Inovação incremental: por que e como usar no meu negócio?

A inovação incremental é o tipo de inovação usado com mais frequência…

O que é gestão empresarial? Quais tipos existem?

Gestão empresarial é outra daquelas expressões que caíram na boca do povo…

O que é inovação disruptiva?

Falar em inovação disruptiva no mundo dos negócios já é quase como…