Descobrir como fazer uma newsletter de qualidade é meio caminho andado para manter o público engajado com a sua marca.

Afinal, essa estratégia de Inbound Marketing ajuda a criar um relacionamento com os clientes. E isso pode ser uma ferramenta poderosa para maximizar a conversão!

Neste post, vamos explicar o conceito de newsletter, para que você não confunda com outras ações de marketing digital similares. E ainda tem uma série de dicas práticas para criar a sua!

O que é uma newsletter?

Uma newsletter é um e-mail informativo enviado com uma frequência específica para os clientes da base de uma empresa. Ela contém diferentes tipos de conteúdo que são relevantes para o público receptor.

O cliente deve deixar seu e-mail em um campo e concordar em receber a newsletter. É bem provável que você já tenha se deparado com uma caixinha no site de uma empresa, blog ou e-commerce, como:

  • Deixe seu e-mail para receber novos conteúdos!
  • Escreva seu e-mail para ficar por dentro das nossas novidades.
  • Insira seu e-mail para ser informado do lançamento de novos produtos.

Então, o endereço é encaminhado para o banco de dados de uma ferramenta de automação, como a RD Station. De acordo com a frequência definida, o usuário passa a receber os conteúdos na caixa de entrada.

Lembrando que o tratamento dos dados deve ser realizado de acordo com as práticas da LGPD!

Diferença entre newsletter e e-mail marketing

Muita gente coloca newsletter e e-mail marketing no mesmo balaio. Mas saiba que são estratégias muito diferentes!

O objetivo da newsletter é nutrir um relacionamento com o público. O e-mail não está ali para divulgar seus produtos ou serviços, mas para fornecer informações relevantes para os clientes da sua empresa.

Por sua vez, o e-mail marketing visa fazer a promoção de produtos e serviços. Sabe quando você recebe as principais ofertas do dia em um e-commerce, ou um cupom para retomar o carrinho e finalizar sua compra? É isso aí 🙂

Por que aprender como fazer uma newsletter?

A newsletter é uma ótima maneira de criar um relacionamento e colocar a marca no dia a dia do seu público.

Afinal, o usuário será lembrado sobre a sua empresa sempre que acessar a caixa de entrada. E esse é um ponto importantíssimo de brand awareness!

É aqui que também está em prática a principal premissa do marketing de conteúdo: fornecer informações de qualidade, criando um senso de gratidão entre o cliente e a marca.

Por último, a newsletter ainda pode ser uma ótima fonte para aumentar visitas no blog e outros canais.

Dicas práticas: como fazer uma newsletter com facilidade

Veja abaixo algumas ideias para colocar em prática na sua newsletter:

1. Defina o objetivo estratégico da ação

De nada adianta aprender como fazer uma newsletter se não sabe o que fazer com os resultados que surgirão a partir dela!

Afine a estratégia de Inbound Marketing para entender qual é o objetivo estratégico da newsletter entre as outras ações.

Você quer levar os clientes para ler os artigos do blog, e aí avançar no funil através dos CTAs? Ou indicar o preenchimento de formulários para obtenção de orçamentos e consultorias gratuitos, por exemplo?

Por mais banal que possa parecer, não pule esse passo. Afinal, você só pode tomar o caminho certo se souber onde quer chegar.

2. Escolha o formato da newsletter

A maioria dos provedores de serviço de e-mail líderes do setor oferecem bons modelos que você pode personalizar da maneira que desejar.

Aqui, a principal dica é que menos é mais. Ao invés de criar um layout cheio de firulas, foque em fornecer uma curadoria de qualidade. Afinal, a essência da newsletter é justamente o conteúdo, e não a parte visual!

3. Crie diferentes pilares de conteúdo

​​Esta é a hora de ser criativo! Faça um brainstorming para definir quais tipos de conteúdo você vai enviar na newsletter.

Posts de blog ou redes sociais são uma boa. Também é possível fazer uma curadoria e enviar conteúdos de outras fontes, já que isso ajuda a criar um senso de confiança entre a marca e o cliente.

Vale lembrar que o contrário também vale: essa etapa é uma boa oportunidade para trabalhar outros canais em conjunto com a newsletter, tirando ideias a partir dela.

Afinal, você pode ter ideias para desenvolver conteúdo exclusivo e relevante para o calendário editorial do seu blog, por exemplo. De quebra, você já terá conteúdo pronto para a hora de agendar os posts para as redes sociais.

4. Estabeleça a frequência de envios

A frequência de envios é um ponto-chave da estratégia de qualquer newsletter. Afinal, se você mandar e-mails demais, vai irritar o cliente com o excesso, e ele pode até se desinscrever da lista.

Mas, se enviar poucos e-mails, o contato com o público tende a ser menor. Pode ser que ele veja menos valor na sua iniciativa, e passe a não abrir as mensagens.

Por isso, tente entender qual é a periodicidade ideal de acordo com as características do conteúdo e do público. Estratégias mais avançadas podem ter opções de frequência diferentes, que podem ser selecionadas pelo próprio usuário no momento da inscrição.

5. Mantenha um tom de voz consistente

Se você usa um tom de voz assertivo em suas postagens de blog ou redes sociais, use o mesmo tom em seus textos de e-mail.

Pode parecer que não, mas a inconsistência chama a atenção do leitor que está consumindo o conteúdo da sua marca. E isso pode acabar prejudicando sua confiança!

Imagine que você tem um amigo com duas personalidades diferentes: uma quando fala com você e outra quando fala com um grupo de pessoas. Você provavelmente não confiaria nele, certo? Lembre-se que consistência é a chave para produzir melhores resultados.

6. Envie pesquisas para entender o público

Se você deseja respostas reais sobre o que seu público deseja e espera de sua marca, o e-mail é o melhor caminho!

Use sua newsletter para perguntar aos assinantes que tipo de conteúdo eles gostam e que problemas eles têm. Assim, você terá insights realistas sobre como pode ajudá-los.

E isso pode gerar novas ideias para blog, redes sociais e outros canais. Além da própria newsletter!

Você também pode enviar um e-mail de boas-vindas perguntando aos novos assinantes que tipo de conteúdo eles gostariam de receber e com que frequência.

Conclusão: não subestime a newsletter

A newsletter pode parecer apenas uma maneira de manter o público em contato com a sua empresa. Mas não subestime! Ela vai muito além disso.

Assim como as redes sociais, esse canal de divulgação ajuda na construção de um relacionamento duradouro com a marca.

De quebra, a newsletter ainda é uma ótima maneira de estabelecer contato direto com o cliente. E também pode ser um canal poderoso para obtenção de tráfego!

Ou seja, só vantagens, né? Por isso, use nossas dicas para compreender como criar uma newsletter e aprimorar ainda mais sua estratégia de marketing digital. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso

Como usar gatilhos mentais em campanhas de marketing digital

Já pensou em usar os gatilhos mentais a favor das suas campanhas de marketing digital? Veja o que fazer para ter sucesso nessa ação

Sua campanha de Natal precisa dessas 6 ações de marketing digital para vender mais

O final do ano está chegando e, com ele, a procura por…