Você sabe quanto é a taxa de conversão do seu site?

Se respondeu que “não”, está na hora de mudar. Essa é uma métrica importante, porque indica se os usuários se comportam da maneira que a empresa deseja.

Por exemplo, você quer obter os dados desse potencial cliente e ele preenche o formulário. Ou deseja que ele clique em determinado botão e a resposta é exatamente essa.

Por isso, apesar do objetivo maior ser as vendas, a conversão nem sempre mede essa questão. Tudo depende do que a empresa espera.

Qualquer que seja o propósito, o fato é que você precisa saber calcular e otimizar a taxa de conversão do seu site ou de uma página específica. Como fazer isso? Vamos explicar neste post. Confira!

Afinal, o que é taxa de conversão?

A taxa de conversão mede o percentual de usuários que entram no seu site ou em uma landing page e realizam a ação esperada. Esse índice pode medir diferentes tipos de eventos. Alguns deles são:

  • comprar um produto ou serviço;
  • ligar para a sua empresa;
  • preencher um formulário;
  • fazer uma assinatura de serviço;
  • realizar um download;
  • ou tornar-se membro de um site.

Por isso, a taxa de conversão indica como está o retorno da sua empresa em relação ao investimento realizado, que pode ser de tempo ou dinheiro.

Mais do que isso, essa métrica mensura como estão os resultados da sua estratégia de marketing digital.

Inclusive, um dos grandes benefícios é poder calculá-la em todas as etapas do funil de vendas. Dessa forma, é possível identificar onde está o principal gargalo da sua estratégia para fazer os ajustes necessários.

Como calcular esse indicador?

O resultado é obtido pela relação entre a quantidade de pessoas que acessam o site ou landing page e quantos agem da maneira que você espera. Por isso, a fórmula utilizada para esse cálculo é a seguinte:

Taxa de conversão = (total de conversões / total de visitantes) x 100

Para entender melhor, veja o seguinte exemplo. Imagine que 500 pessoas entraram no site e 100 fizeram o que você esperava. Assim, o índice de conversão foi de 20%.

Isso é bom ou ruim? Na verdade, tudo depende do mercado em que sua empresa está inserida, da etapa do funil em que o usuário se encontra, da natureza da ação que denomina a conversão, entre outros fatores.

Por isso, o ideal é analisar o contexto do mercado e também outras métricas para saber se o resultado é positivo ou precisa ser melhorado.

Outra dica é acompanhar a taxa de conversão. Ou seja, continuar avaliando esse indicador para saber se ele melhora com o passar do tempo.

Como otimizar a taxa de conversão?

Se você perceber que o resultado desse índice está ruim ou mesmo que ele pode melhorar, está na hora de pensar em estratégias para a otimização.

Inclusive, você pode fazer o cálculo anterior para cada etapa do funil de vendas e identificar que existe um gargalo em um momento específico dessa jornada.

Essa prática é chamada de Conversion Rate Optimization (CRO). A ideia é simples: utilizar o tráfego já existente do seu site ou landing page para aumentar a conversão. Algumas dicas para chegar a esse patamar são:

Faça testes A/B

Utilize os experimentos para identificar quais ações trazem mais resultado. A partir disso, você descobre as melhores estratégias para aquilo que está sendo trabalhado e tem mais chances de conversão no futuro.

Se atente ao funil de vendas

Verifique os resultados de cada etapa e compare com o momento em que o usuário entra no site ou na landing page. Nem sempre o potencial cliente está pronto para converter naquele momento e precisa ser mais bem trabalhado.

Por isso, é fundamental usar os CTAs certos para cada etapa da jornada e atingir o lead no momento adequado.

Use ferramentas variadas

São muitas as tecnologias que podem melhorar o índice de conversão. Aposto que você não tem ideia da maior parte delas!

Um exemplo legal são os chatbots, que facilitam e agilizam o atendimento primário ao usuário. Com mais confiança na página, ele fica mais propenso a converter.

Qualifique seus leads

Para isso, colete dados sobre os potenciais clientes e identifique seu comportamento.

Por exemplo, ele se perde em meio à jornada? Está sendo guiado da forma correta? Ele sai da página várias vezes antes de converter? Assim, é possível traçar as estratégias certas.

Conclusão: acompanhar a taxa de conversão é essencial

Portanto, fica claro que a taxa de conversão é um indicador importante, porque mostra se as suas estratégias trazem resultado.

Mais do que isso, ajuda a saber como está o retorno dos investimentos. Por isso, é importante monitorá-la, calculá-la e otimizá-la para que tudo isso se reflita no principal: as vendas.

Quer ver mais dicas úteis para melhorar o marketing da sua empresa? Assine a newsletter da Mateada e confira os conteúdos diários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso

Como fazer uma newsletter: 6 dicas para usar esse canal ao seu favor

A newsletter é uma estratégia com muitas vantagens. Aprenda como usá-la a seu favor!

Como usar gatilhos mentais em campanhas de marketing digital

Já pensou em usar os gatilhos mentais a favor das suas campanhas de marketing digital? Veja o que fazer para ter sucesso nessa ação

Sua campanha de Natal precisa dessas 6 ações de marketing digital para vender mais

O final do ano está chegando e, com ele, a procura por…