Você já conhece o bullet journal? Alguns acreditam que ele é apenas um diário bonitinho. Outros acreditam que é dispensável.

A verdade é que é uma boa ferramenta de organização, que ajuda a marcar todos os seus compromissos e a cumprir suas metas diárias.

Isso porque seu nome não remete apenas a um caderno. É um verdadeiro método, que ajuda a planejar suas atividades rotineiras e garantir um controle sobre tudo que está sendo feito, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Esse também é o motivo pelo qual tantos profissionais de marketing digital adotam esse recurso. Afinal, se ele facilita a vida, por que não? A questão é saber exatamente como utilizá-lo a seu favor.

Se essa é sua grande dúvida, continue lendo! Aqui, você entenderá o que é e como começar o seu bullet journal. Vamos lá?

O que é bullet journal?

O bullet journal (BuJo) é um método de organização baseado na personalização das folhas de um caderno. Criado por Ryder Carroll, esse sistema consiste em planejar sua rotina e acompanhar as atividades para saber se está cumprindo o que se determinou a fazer.

Assim, alcança uma produtividade maior.

Apesar de ter esse objetivo de organização e aumento da eficiência no trabalho, o próprio site oficial informa que é uma prática de mindfulness. Ou seja, a ideia é que você foque o que realmente precisa executar para ter mais tempo livre.

Isso faz com que o método seja ideal para quem trabalha no modelo home office. Assim, é possível equilibrar vida pessoal e profissional agora que chegou o futuro do trabalho. Além disso, você pode até acompanhar o desenvolvimento de projetos pelo BuJo.

Por exemplo, se vai cuidar das redes sociais de uma marca, pode anotar as diferentes etapas. É o caso do calendário editorial, que vai sendo atualizado ao longo do tempo.

Como funciona o bullet journal?

A ideia é ter um caderno em branco para personalizar as folhas de acordo com a organização das atividades. Assim, várias anotações podem ser feitas em cores diferenciadas para facilitar a sua visualização.

Você também pode colocar post-its, fazer colagens e desenhos, e o que mais desejar.

Não existe regra. O que vale, mesmo, é um processo adaptável às suas necessidades. Portanto, é preciso pensar o que funciona para você. A partir disso, é possível colocar a mão na massa e começar o seu BuJo.

Como criar um bullet journal?

Esse processo é bastante simples e consiste em 5 principais passos. Veja quais são eles.

1. Saiba qual é seu objetivo

Primeiro, pense em quais são suas deficiências e como o bullet journal pode ajudar no seu dia. Por exemplo:

  • O que preciso anotar todos os dias?
  • Consigo cumprir minhas atividades diárias hoje ou preciso melhorar?
  • Como é minha rotina?
  • Tenho muitos compromissos agendados todos os dias?
  • Quais são as tarefas mais comuns?
  • Preciso de um grande espaço de anotação?
  • Vou utilizar o bullet journal apenas para o lado profissional ou incluirei outras anotações?

2. Decida o melhor tipo de caderno

A partir das respostas às perguntas anteriores, chega o momento de definir o melhor caderno. Existem modelos prontos, mas você pode personalizar — aliás, isso é até mais indicado. Aqui, pense nos seguintes aspectos:

  • Tamanho: existem várias possibilidades. O A5 é mediano e pode servir bem às suas necessidades;
  • Modelo: pode ter brochura, espiral ou lombada quadrada, estar em formato de fichário etc. Veja o que funciona melhor para você. A dica é buscar uma opção que permita trocar as folhas de lugar. Isso os torna mais práticos;
  • Gramatura do papel: é importante quando você usa canetas coloridas. Nesse caso, é preciso pensar em uma folha com gramatura maior para evitar que ela rasgue;
  • Miolo: as folhas quadriculadas ou pontilhadas podem ser boas opções na hora de fazer riscos. Se você não for adepto, as páginas em branco ou pautas são suficientes.

3. Crie legendas

Uma forma de efetivar a comunicação é usar legendas. Elas ajudam a facilitar as anotações e indicar o que é urgente, prioritário, está para fazer etc. Aqui, você pode optar por legendas ou cores.

Por exemplo, o que está por fazer fica em vermelho. Ou tem um quadradinho sem ter o check marcado. Defina o que fizer mais sentido para a sua organização e adote.

4. Determine as seções

Cada BuJo deve ter categorias de anotações para deixar tudo organizado. As opções são:

  • Índice: apresenta toda as seções e resume o que você vai encontrar;
  • Log futuro e mensal: são duas seções, que podem ser fundidas. De toda forma, você anota seus compromissos que ainda virão, o que tem antecedência. Assim, você constrói um planejamento capaz de fornecer uma visão das próximas semanas e meses;
  • Log semanal ou diário: a ideia é a mesma da anterior, mas para um período mais curto. Você pode anotar todos os dias ou agrupá-los em até 7 dias. O objetivo é ter uma visão clara dos próximos compromissos para se organizar melhor;
  • Collections: são seções personalizáveis e voltadas para o acompanhamento de projetos e objetivos, e registros de hábitos. Você pode usar, por exemplo, para acompanhar a alimentação, a limpeza da casa, seus objetivos de ano novo, as metas profissionais e mais;
  • Anotações e brain dump: é uma categoria que serve para recados gerais, que não se encaixam em outros quesitos, ou maiores. Já o brain dump serve para colocar lembretes, ideias repentinas etc.

5. Faça o layout

Defina se o bullet journal será dividido em dias, semanas ou meses, se terá quadrantes ou se as anotações serão feitas em listas, etc. O importante é pensar um layout que faça sentido para você. Portanto, só você poderá determinar o que é melhor.

Lembre-se de fazer a organização das seções. Uma boa forma de fazer isso é usar post-its coloridos. Assim, você deixará tudo mais prático e terá um exercício de atenção plena em suas mãos.

Conclusão

Com todas essas dicas, seu bullet journal será mais funcional e adequado ao seu dia a dia. Isso ajudará a organizar seu dia, economizar tempo com as tarefas diárias e ter aumento da produtividade.

Gostou das dicas? Aproveite e assine a newsletter da Mateada para receber as melhores informações no seu e-mail.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso