Homem no celular acessando o Google, que vai testar o protocolo IndexNow

Em outubro deste ano, Microsoft Bing e Yandex anunciaram a criação do IndexNow. O protocolo possui código aberto e objetiva tornar o processo de rastreamento e indexação mais eficiente, porque permite que os webmasters notifiquem os buscadores quando houver conteúdo fresco.

Até então, o Google não tinha se manifestado sobre a iniciativa. Agora, um porta-voz confirmou que testar o IndexNow está nos planos do buscador.

IndexNow promove a utilização eficiente de crawl budget

Você já ouviu falar em crawl budget, ou cota de rastreamento? Em poucas palavras, esse conceito simboliza os recursos que os buscadores utilizam para rastrear o conteúdo do seu site.

A falta de crawl budget pode ser um problema em sites com muitas páginas. Isso porque o rastreamento em grande escala acaba por exigir mais tempo e processamento dos mecanismos de busca.

Sendo assim, a vantagem do IndexNow é diminuir a necessidade do rastreamento exploratório. Isso é, quando algum buscador rastreia um site para descobrir novas páginas ou detectar alterações de conteúdo.

Muitas vezes, ele encontra o mesmo cenário do rastreamento anterior, o que acaba sendo um desperdício de crawl budget.

Produtividade no rastreamento já é uma preocupação do Google

Atualmente, o Google é responsável por quase 90% de todas as buscas realizadas na internet. Sendo assim, não é uma grande surpresa que a produtividade no rastreamento já seja uma preocupação latente entre a equipe por trás do buscador.

Uma das iniciativas ressaltadas pelo porta-voz do Google é o uso de protocolo HTTP/2 na maioria dos rastreamentos:

O mecanismo de rastreamento do Google é altamente eficiente e ainda está sendo melhorado. Por exemplo, nós anunciamos no ano passado que o Googlebot é compatível com HTTP/2, a próxima geração do protocolo de transferência de dados fundamental da web. HTTP/2 é significativamente mais eficiente que seus predecessores e economiza recursos tanto para o Google, quanto para websites. Nós usamos HTTP/2 em mais da metade de nossos rastreamentos.

Sustentabilidade é outra vantagem do IndexNow

Que a utilização do IndexNow promove a economia de recursos dedicados para rastreamento, você já sabe. Mas já tinha pensado no impacto ambiental que as buscas exercem?

Muitos não sabem, mas a utilização de processamento culmina na liberação de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera.

Assim, a internet é responsável por 3,7% das emissões de GEE globais, uma porcentagem similar à indústria de aviação. E as previsões para o futuro não são muito boas, já que esse número tende a dobrar até 2025. Consegue imaginar?

Ou seja, com uma utilização mais eficiente de crawl budget, também estamos ajudando a proteger o planeta Terra. Sendo assim, o Google ressaltou essa preocupação quando confirmou os testes do IndexNow:

Nós adotamos uma abordagem holística da sustentabilidade no Google, incluindo esforços para desenvolver a indexação mais eficiente e certeira da web. Nossa emissão de carbono é neutra desde 2007, e estamos trabalhando para ser livres de carbono em todos nossos centros de dados e campi até 2030. Nós somos encorajados pelo trabalho de tornar o rastreamento da web mais eficiente, e estaremos testando os potenciais benefícios deste protocolo.

Quem já está a bordo do IndexNow

No lançamento do IndexNow, já haviam várias empresas que anunciaram que adotariam o protocolo imediatamente. São elas:

  • eBay
  • LinkedIn
  • MSN
  • GitHub
  • Wix
  • Duda
  • Cloudflare
  • Akamai
  • Botify
  • oncrawl
  • onely
  • Yext

Entretanto, um dos players mais importantes da internet ainda está em cima do muro: o WordPress.

Em um primeiro momento, o CMS propõe a criação de um plugin, que pode vir a ser incorporado ao sistema de base no futuro. Dion Hulse, Lead Developer do WordPress, declarou:

Eu penso que isso deveria ser desenvolvido como um plugin primeiro, e depois proposto para o WordPress base como um plugin especializado. […] Isso também permitiria que webmasters pudessem optar se querem usar essa funcionalidade no WordPress antes de implementarmos completamente (o que seria no WordPress 6.0; no melhor cenário possível, lá pelo segundo trimestre de 2022, eu acredito).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba nossos melhores conteúdos por e-mail.

Você pode gostar disso

Google lança atualização anti-spam de novembro de 2021 no algoritmo de busca

Profissionais de SEO podem identificar volatilidade de tráfego nos próximos dias

Google lança guia com boas práticas para escrever tags title

O Google acaba de lançar, através do Google Search Central, uma série…

IndexNow: Projeto de Bing e Yandex promove indexação imediata de conteúdo em buscadores

Na última segunda-feira (18), os buscadores Microsoft Bing e Yandex anunciaram um…

Google implementa rolagem contínua na página de resultados de busca em dispositivos mobile

Na última quinta-feira (14), o Google anunciou que está trazendo a funcionalidade…