Quando você pensa em algum carro da Audi, o que vem à sua mente? É provável que seja a qualidade e o estilo dos automóveis, altamente elegantes e de bom gosto. Mas é bem possível que também lembre das 4 argolas juntas, o símbolo da marca. A mesma coisa acontece se ouvir o nome Coca-Cola. Pode ser que a cor vermelha e até o formato da garrafinha surjam na sua cabeça. Tudo isso faz parte da chamada identidade visual.

Basicamente, esse é um item importante para fortalecer a imagem da marca no mercado. Afinal, as pessoas automaticamente lembram da empresa assim que algo “aperta o gatilho”. O problema é que muita gente acredita que esse trabalho se refere apenas à criação de um logotipo.

Na realidade, a criação de uma identidade visual vai muito além. Ela se refere a vários elementos de design, como cores, grafismos, imagens, tipografia etc. Por isso, a marca precisa seguir o padrão adotado para garantir que esse trabalho fique consolidado.

Para ajudar nesse processo, apresentamos 7 dicas para você criar a da sua empresa e aumentar suas chances de sucesso. Confira!

1. Conheça seu público, sua empresa e sua concorrência

Para chegar à identidade visual certa, o ideal é fazer uma pesquisa de mercado. O objetivo é descobrir as respostas para 3 principais fatores:

  • Público-alvo: mostra o que é esperado da sua empresa e os produtos ou serviços comercializados. Por isso, ajuda a criar a sua identidade visual. Por exemplo, ao fazer uma pesquisa, a Natura descobriu que as pessoas viam a marca como elegante. Isso ajudou a reformular todos os elementos;
  • Concorrência: saiba o que diferencia sua empresa das outras que estão no mesmo segmento. Essa é uma referência para desenvolver sua marca;
  • Personalidade: refere-se ao estilo que sua empresa pretende adotar. Pense nos seus objetivos e tenha a sua marca sempre em mente.

2. Faça um briefing

Esse documento mostra tudo o que deve ser seguido para que sua empresa crie os elementos visuais. Ele traz os principais pontos para sua empresa, deixando evidente como a sua marca se posiciona, de que forma deseja se destacar e como pretende ser vista.

Uma boa ideia é responder algumas perguntas básicas. As principais são:

  • Por que sua empresa precisa de uma identidade visual?
  • Como você descreve seus produtos e serviços?
  • Alguma cor específica precisa ser utilizada ou deve ser evitada?
  • Quais palavras ajudam a definir o seu negócio?
  • Quais são o prazo e o orçamento disponíveis?

Como você já levantou informações sobre o público-alvo e a concorrência, utilize essas informações para fazer um bom briefing também.

3. Realize um brainstorming

Essa prática apenas consiste em colocar várias ideias na mesa, mesmo que pareçam sem sentido. Assim, é possível filtrar todas elas e chegar ao melhor resultado possível. Aproveite para reunir o máximo de pessoas possível, porque isso ajudará a ter várias sugestões.

Leia mais: Brainstorming: conceito e princípios da famosa técnica de criatividade

4. Defina cor, fonte e estilo

Nessa etapa, é melhor contar com um profissional experiente. Ainda assim, é importante ter uma ideia do que fazer. Veja algumas dicas:

Cor: são importantes para despertar sentimentos e emoções. Além disso, representam coisas diferentes. Veja o que as principais significam:

  • Amarelo: calor, otimismo e luz;
  • Vermelho: energia, paixão e perigo;
  • Laranja: vitalidade, sucesso e alegria;
  • Cinza: estabilidade, neutralidade e flexibilidade;
  • Verde: liberdade, saúde e esperança;
  • Preto: formalidade, elegância e força.

Fonte: as serifadas e que têm traços e extensões no final são ideais para passar tradicionalismo e sofisticação. Além disso, oferecem uma leitura melhor, especialmente para o ambiente online. As letras sem serifa são mais joviais;

Estilo: as formas também passam significados diferentes e devem estar alinhados à missão, visão e valores da sua empresa. Algumas possibilidades são:

  • Quadrado: impessoalidade, objetividade, racionalidade e neutralidade;
  • Triângulo: divindade, proporção, crescimento e harmonia;
  • Círculo: atemporal, infinito, absoluto e inteireza.

5. Crie o logotipo para fortalecer sua identidade visual

O logotipo é um dos principais elementos da identidade visual, porque ajuda o público a reconhecer sua marca. Ele consiste em uma representação visual com símbolos e palavras. O ideal é criar um design diferenciado e que represente sua marca.

Um designer terá essa responsabilidade e saberá traduzir o que você quer. De toda forma, é importante manter um logotipo simples e sem muitos elementos. Caso contrário, uma confusão visual pode ser criada.

6. Faça um material promocional

Considere a divulgação da sua identidade visual, porque isso é importante para fortalecer sua marca. Isso pode ser feito por meio de cartões, anúncios, folders etc. Lembre-se de usar todos os elementos definidos. Ou seja, tipografia, cores, logotipo e mais.

Use também as redes sociais. Elas ajudam a divulgar suas iniciativas e aumentam a visibilidade do seu negócio. Além disso, você consegue inserir vários elementos da identidade visual, como fotos de perfil e capa, postagens etc.

7. Mantenha a consistência

Além de todos esses passos, é importante ter a frequência de uso dos elementos. Eles devem sempre ser adotados para consolidar a representação da sua marca.

Todas essas 7 dicas ajudam a criar a sua identidade visual e fortalecer o seu negócio. Por isso, é fundamental aplicar essas práticas para chegar ao melhor resultados e consolidar a sua marca.

Gostou de saber mais? Aproveite e confira outros conteúdos relevantes para sua marca assinando a newsletter da Mateada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso