A escrita é cercada de crenças. Algumas pessoas acreditam que ela é um dom, enquanto outras apostam que ela pode ser aprimorada dia após dia, por meio de treinamentos e cursos.

Você certamente já deve ter ouvido falar no termo “escrita criativa”, não é mesmo? E ao contrário do que a maioria pensa, ela está ao alcance de todos nós, independentemente do nicho que atuamos.

A escrita criativa é uma forma de elaborar textos que despertem o interesse do leitor, fazendo-o ler um artigo do início ao fim.

Mas essa habilidade é uma aptidão ou pode ser desenvolvida ao longo do tempo? É possível ser bem sucedido na produção de todo o tipo de conteúdo? Neste artigo, vamos explicar um pouco sobre isso. Fique com a gente!

O que é a escrita criativa?

Quando falamos em escrita criativa dentro do mercado de trabalho, logo associamos o seu uso aos escritores de livros, profissionais de marketing e afins. No entanto, esse tipo de técnica pode ser usada dentro de qualquer segmento.

É possível usar a escrita criativa na elaboração de um livro de ficção, bem como na construção de um texto para sites e blogs.

Podemos utilizar esse tipo de habilidade para criar um e-book explicativo ou até mesmo para enviar um e-mail marketing. As opções são inúmeras e arrisco-me a dizer que infinitas.

Quantas vezes você já recebeu e-mails ou mensagens que mais parecem ter sido enviados por um robô? Isso acontece diariamente quando solicitamos um orçamento, aguardamos a resposta de uma entrevista de emprego ou um aconselhamento profissional.

A verdade é uma só: não importa o tipo de conteúdo, é cada vez mais comum nos depararmos com textos robóticos e sem criatividade alguma.

A escrita criativa é uma produção original, sem termos técnicos e que gera interesse e engaja o leitor. Ela não depende de inspiração e sim, de um esforço constante, isto é, quem escreve todos os dias está mais perto de dominá-la.

Quer saber como adentrar nesse universo? Então acompanhe e coloque em prática as dicas que preparamos para você!

07 dicas para melhorar a escrita criativa

Agora que você já sabe o que é a escrita criativa, chegou o momento de aplicar as dicas que deixamos aqui para aprimorar as suas habilidades nos textos que engajam. Vamos lá?

Leia muito, leia sempre

Esta primeira dica pode ser óbvia, no entanto, a maioria das pessoas, especialmente as que escrevem diariamente, acabam se esquecendo do hábito da leitura.

Por mais que você leia seus próprios textos e as fontes de pesquisas para eles, isso não é o suficiente, acredite.

Para aprimorar as suas habilidades de escrita criativa, você deve cultivar o hábito da leitura, a ponto de ter um horário fixo para essa atividade.

Da mesma forma que conseguimos acompanhar a uma série, ver vídeos no youtube e trabalhar de maneira constante, também é possível ser disciplinado no que diz respeito à leitura.

Se o seu desejo é melhorar a sua capacidade criativa, por meio da leitura isso será ainda mais fácil.

É na leitura diária que entramos em contato com a ideia de diversos autores, variados estilos de textos, ampliando o conhecimento sobre cada um deles, além da aprimoração do vocabulário.

Explore o desconhecido

Ainda falando sobre leitura, a dica aqui é: não se prenda a apenas um tipo de informação. Procure se interessar por assuntos aos quais você não domina. Quanto mais você ler, maior será a sua bagagem e, sendo assim, sua escrita também será melhorada.

Se você quer aprender mais sobre a escrita criativa, busque-a em todos os lugares. Analise os e-mails que você recebe, as propagandas na internet, os e-books que ensinam algo e até mesmo os livros de ficção dos mais diversos segmentos.

Dessa forma, você cria novos pontos de vista e aprende assuntos novos que irão auxiliá-lo no processo de construção dos seus textos.

Escreva diariamente

A escrita criativa envolve, antes de tudo, a disciplina. Por essa razão, ainda que você não esteja produzindo nenhum tipo de conteúdo para seu blog ou página de algum cliente, lembre-se de construir um texto todos os dias.

Manter um hábito diário com a leitura e a escrita te ajudará a melhorar as suas criações cada vez mais.

Quando um equipamento fica muito tempo parado, o que acontece com ele? Na maioria das vezes, fica lento, enferrujado e até nem funciona mais. Da mesma forma acontece com a escrita ou qualquer outra habilidade. Ela precisa estar em constante movimento.

Um exemplo disso são os atletas que disputam diversos campeonatos. Eles deixam de treinar? Pois é, você também não pode! Investir tempo na escrita é algo necessário.

Mesmo quando não estiver produzindo um conteúdo que será publicado em seu blog ou na página de algum cliente, lembre-se de fazer um texto a cada dia. Isso te ajudará a manter o hábito.

Não seja escravo da inspiração

É claro que quando estamos inspirados, a coisa fica muito mais fácil. No entanto, você não pode ser escravo da inspiração.

A criatividade até pode surgir “do nada”, mas em grande parte das vezes, um projeto de sucesso se origina da concentração e constância, e a inspiração acontece quando ela é estimulada.

Portanto, não espere ela chegar, trabalhe a sua escrita e esteja aberto para quando ela aparecer. Lembre-se que a inspiração não bate na porta, ela surge depois de muito esforço e trabalho.

Para te ajudar, faça uma lista de palavras e assuntos que você deseja escrever e isso será uma excelente forma de diminuir os bloqueios criativos, já que você terá um impulso para dar sequência ao processo.

Faça anotações todos os dias

Esta dica é uma das mais valiosas e consiste nas anotações dos insights que surgirem durante todo o dia.

Toda vez que você tiver uma ideia ou se deparar com algo inspirador, anote! Os nossos pensamentos tendem a desaparecer rapidamente e dessa forma, perdemos muitas coisas que poderiam ter sido de grande valia na construção de um texto.

Você pode montar um banco de ideias e ir anotando tudo aquilo que for aparecendo no dia-a-dia, desde um filme que você assistiu até um anúncio no outdoor durante um passeio.

Se é complicado utilizar papel e caneta, um gravador de voz, um aplicativo no celular, ou bullet journal, terão a mesma função: a de não deixar que suas ideias caiam no esquecimento.

Isso aumentará a sua produtividade e ainda trará diversas referências nos momentos de dúvida na hora da escrita.

Escreva com foco no seu leitor

O leitor é a pessoa mais importante na construção dos seus textos e, por essa razão, é fundamental conhecê-lo. Quanto mais você souber quem é a persona que se agrada pelos seus conteúdos, melhor será o seu processo de criação.

Quando você sabe qual estilo agrada o seu público, mais ele irá ler os seus textos e assim, será mais simples conquistar a atenção que você tanto deseja.

Então, antes de abrir o seu computador e começar a editar palavras, pense naquilo que o seu leitor gostaria de ter acesso e tente materializá-lo na sua frente.

Ao fazer esse exercício, você cria todas as condições necessárias para promover mais engajamento em seus artigos.

Revise seu texto com cuidado

O processo de revisão é tão importante quanto o de escrita. É por meio dele que você irá avaliar se atingiu ou não os objetivos que você gostaria.

No momento da revisão você consegue analisar se a estrutura do texto está correta, bem como outros pontos que facilitarão a interpretação do seu leitor. Para isso, você precisa verificar:

  • Possíveis erros de digitação;
  • Frases e trechos que podem ser melhorados;
  • Sentenças longas que facilitam a compreensão do leitor;
  • Vícios de linguagem que podem ser excluídos do conteúdo.

Uma dica nesta etapa é: deixe o seu texto descansar. Isto mesmo, escreva em um dia, revise no outro.

A nossa mente tem o hábito de se acostumar com o que estamos escrevendo e revisar um conteúdo assim que você terminar de editá-lo pode não ser uma boa ideia.

A escrita criativa é uma arte e todos podemos ser artistas!

Até aqui ficou bem claro que todos podemos ter acesso a escrita criativa e, assim como tudo na vida, alguns possuem mais facilidade, enquanto outros têm mais dificuldade, e isso é perfeitamente comum.

Como foi mencionado, para escrever bem, é necessário ler bem, praticar bastante e claro, acreditar que é possível.

Você nunca vai prender a atenção de um leitor se não acreditar no seu próprio texto, mas cuidado: é importante aceitar o feedback negativo e melhorar os pontos aos quais foi alertado.

Se você quer saber mais sobre como melhorar a sua escrita, não deixe de ler o nosso conteúdo sobre como escrever bem, e continue nos acompanhando por aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine nossa Newsletters

Receba semanalmente as principais notícias e conteúdos sobre Marketing Digital.

Você pode gostar disso